OFICINA TEATRO DE ANIMAÇÃO OU FORMAS ANIMADAS

montagem velho amigo

ÁREA/LINGUAGEM:

Artes Cênicas/Teatro de Animação ou formas animadas

INTRODUÇÃO

“Teatro de animação, em geral, e, dentro dele, o teatro de formas animadas, em particular, é a arte do irreal tornado real, é o invisível tornado visível. É a magia que surge da imitação e da repetição, “imagem e semelhança”, energias que se desprendem do movimento, do fazer crer, sem ser, sendo. Arte ambígua, entre animado e inanimado, espírito e matéria.” (Teatro de Formas Animadas – AMARAL, Ana Maria. 1996, p. 21)

Após 08 anos de trabalho como ator e oficineiro na Cia. Truks – teatro de bonecos, decidi partir para um trabalho de fomentação e formação de pessoas interessadas nas Artes Cênicas como profissão ou, simplesmente, como possibilidade expressão. Para isso, conto com minha formação acadêmica e com os conhecimentos adquiridos durante minha trajetória artística, tendo trabalhado com cias renomadas e com artistas de expressão no cenário teatral do Brasil. A Cia. Truks, uma das principais expoentes do teatro de formas animadas no Brasil, me proporcionou a possibilidade de entender e praticar o trabalho do ator dentro desta linguagem e também ampliou meu olhar sobre o exercício da arte do ator, independente da linguagem escolhida.

Teatro de formas animadas, ou teatro de animação, é um gênero teatral que se utiliza de atores não-humanos, tais como bonecos, máscaras, objetos, sombras; E também de atores humanos, o próprio ator/manipulador, que poderá utilizar de partes do seu corpo para criar personagens e também empregar os seus recursos como ator dentro da encenação. Este gênero de teatro encontra nas formas inanimadas e no ator/manipulador, uma gama de possibilidades de expressividade para a encenação. É um teatro que busca representar o Homem ou ideias abstratas, causando no espectador a ilusão de que há uma vida independente do ator/manipulador na criatura construída.

Como o Teatro de Animação, ou formas animadas, pressupõe um objeto, figura ou boneco como mediador entre o ator e a platéia, e para que este mediador nos dê a impressão de vida, é necessário ao ator/manipulador o conhecimento teórico e prático de conceitos para que possa aplicá-los durante sua atuação, produzindo na platéia a ilusão de ter vida na matéria, que antes era disforme e inanimada.

Nesta oficina os participantes praticarão estes conceitos usando objetos, tecidos, bonecos e o próprio corpo, tendo como intuito transformar estes elementos em personagens completos, ou seja, com características próprias, autonomia, vontades e desejos. Serão estudadas algumas técnicas e recursos para o exercício da animação, além de trabalhar a questões como a presença e não-presença do ator.

Assuntos e exercícios que serão abordados:

  • Investigar a expressividade do corpo e materiais
  • De onde parte o sopro de vida?
  • Transferência de energia do ator para o objeto
  • A procura do gesto expressivo
  • A precisão do gesto
  • O foco – o olhar
  • O eixo
  • O peso e densidade
  • O ponto zero ou de descanso
  • Partindo do corpo do ator para o corpo do objeto
  • Respiração do ator e respiração do objeto
  • Técnicas manipulação: outras possibilidades
  • O Projeto – o que se quer?

OBJETIVOS

  • Proporcionar aos participantes a possibilidade de experimentar e entender os aspectos do teatro de animação ou formas animadas enquanto linguagem cênica específica, extremamente rica em imagens e significado;
  • Instrumentalizá-los para que possam dar início a um processo de criação de um espetáculo dentro desta linguagem;
  • Descobrir potencialidades de animação utilizando materiais comuns, de uso diário;
  • Saber fazer escolhas de material expressivo para a montagem de cenas de um espetáculo;
  • Entender a relação ator e objeto, objeto e ator;
  • Criar um projeto voltado para o teatro de animação;
  • Montar pequenas cenas e realizar apresentação de resultados

JUSTIFICATIVA

O Homem, desde os primórdios da humanidade, começou o ato de animar objetos, tornando-o sempre presente em situações da vida, seja usando-o para contar histórias ou em ritos. É bem provável, que o homem das cavernas ao narrar suas aventuras em busca de alimentos utilizava-se de artefatos para representar seus oponentes, animando-os para reforçar a dramaticidade da ação ocorrida. As sombras projetadas na parede da caverna já anunciavam a possibilidade do uso da imagem como narrativa.  

Está na nossa essência o ato de brincar, de dar anima. Quando criança, nos nossos primeiros passos rumo à fantasia, começamos a transformar canetas em foguetes, caixas em carros velozes, um pedaço de pau em bonecas. O universo de possibilidades é vasto. Neste momento da vida, a infância, construímos nossa vivencia através do jogo da imaginação. Fazemos um passeio, indo e voltando, entre o real e a imaginação. Tudo é possível. Com o passar do tempo, já adultos, esquecemos deste poder que tínhamos e adormecemos. Adormecemos, mas ainda não perdemos a vontade de brincar, continuamos a nos encantar com seres mágicos, com mágicos, com criaturas criadas. Todos nós somos um Gepeto em potencial. Podemos despertar a infância adormecida.

O teatro de animação ou formas animadas trabalha neste limiar entre o real e o imaginário, entre a infância adormecida e a criança que quer sair correndo para voltar ao mundo da imaginação. Reaprendemos voltar a outros universos. Com isso, o teatro de animação ou formas animadas vai ganhando espaço seja no teatro, na publicidade, na televisão, nas artes plásticas, na dança e, também, é usado com fins terapêuticos.

É inerente a todo ser humano a imaginação.  É importante termos espaço para exercitar a imaginação, já que no dia-a-dia corrido não temos tempo, ficamos presos ao racional e não conseguimos alçar voos, fantasiar. O teatro de animação é um exercício para retomar a vontade brincar, fantasiar e criar mundos onde a lei da física não interfere.

PÚBLICO ALVO

  • Atores, diretores, educadores, interessados em geral
Anúncios

2 comentários em “OFICINA TEATRO DE ANIMAÇÃO OU FORMAS ANIMADAS

    1. Olá!!!
      A Oficina é para interessados em geral.
      Desenvolvo a oficina em empresas, escolas, sindicatos, grupos de teatro e instituições culturais.
      No momento não estou ministrando a oficina em nenhum local aberto ao público, só estou trabalhando com grupos fechados.
      Havendo interesse e um grupo interessado podemos montar uma turma.
      Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s